sábado, 31 de maio de 2008

É (im)provável!

Há que acreditar nas possibilidades até chegar o momento da verdade... mesmo que pareça mesmo muito improvável. Se pode chover meia hora depois de ter estado um céu aparentemente azul de Verão, porque não?
Se não acreditássemos lá no fundo que o improvável era possível, não tentávamos, não é verdade? E o importante é não perder por falta de comparência.



(Escrevi isto como comentário num blog que costumo visitar.. E hoje, este comentário que escrevi para outra pessoa está a fazer todo o sentido para mim! Pelo menos preciso de pensar assim...e não teria escrito nada melhor )

2 comentários:

MJ disse...

Não gosto de probabilidades, nunca gostei nem nunca vou gostar. Porquê? Simples. Mesmo que haja 99% de probabilidades de "algo" e 1% de "alguma coisa", tanto o "algo" como "alguma coisa" são possíveis. Prováveis ou improváveis são conceitos correctos até serem contrariados por "alguma coisa".
Quanto ao facto de acreditar até ao momento da verdade, deixo-te uma frase da minha autoria que aprecio bastante (viva o ego):

"A minha maior virtude, que coincide com o meu maior defeito, é acreditar".

:)

Português Suave disse...

Embora o imnprovável já tenha parecido mais possível, a verdade é que há toda uma lógica por debaixo dessa conclusão.
Não sofremos quase todas do mesmo? Começo a acreditar que sim (: Beijinho