quarta-feira, 5 de março de 2008

Medo ou Razão?

Volta e meia queixo-me das minhas "queridas" vozes interiores, que elas me atormentam, que me "avisam" dos caminhos que devo ou não seguir, que normalmente são opostos daquilo que eu faço.
Quando quero algo, mesmo que ache que há grande possibilidade de não dar certo, gosto sempre de tentar... prefiro tentar e perder do que ficar uma vida inteira a pensar no que poderia ter sido e não foi por não ter tentado.
De todas as vezes que tentei e falhei, sofri, mas não me arrependo de nenhuma delas! Sou quem sou hoje devido aos meus erros, aos caminhos que EU escolhi fossem eles bons ou maus.. São as nossas escolhas na vida que nos transformam nas pessoas que hoje somos, e por isso posso dizer que eu sou fruto do que tenho construído, seja isso bom ou mau, é isso que eu sou.
Já pensei que estas tais vozes fossem a voz do meu medo em vez da voz da razão que, no final eu acabo sempre por achar que era.
Mas agora não sei... (parece que ultimamente não sei coisas demais), porque quando tudo indica que devo parar, seguir por outro caminho, não continuar este... agora que realmente é isso que eu quero fazer, desistir, dar o jogo por terminado e mudar o meu rumo... agora que eu realmente quero não te querer mais, tenho uma outra voz (ou secalhar é a mesma) a dizer para continuar a querer, acreditar e continuar a tentar... tentar voltar ao jogo do qual fui expulsa sem saber.
É no mínimo estranho... mas tendo em conta que estou a escrever isto com uma certa taxa de alcool no sangue, o melhor mesmo é ir dormir sobre o assunto... e mais uma vez esperar para ver (tudo o que não chegou a ser construído ruir aos meus pés, e eu sem poder fazer nada porque cheguei tarde demais... :x).

Ora então, muito boa noite...que eu vou-me retirar para dormir. Espero amanhã não haver ressaca para acompanhar as aulas ^^

3 comentários:

bailarina disse...

"(...)Quando quero algo, mesmo que ache que há grande possibilidade de não dar certo, gosto sempre de tentar... prefiro tentar e perder do que ficar uma vida inteira a pensar no que poderia ter sido e não foi por não ter tentado.(...)"

É o que eu digo sempre: prefiro mil vezes arrepender-me do que fiz, do daquilo que não fiz..........
Se bem que não é muito normal arrepender-me seja do que for, pois tb acho somos o resultado dos nossos erros e das nossas conquistas.. E somos maiores por isso!!

bacci de nê pa nês!! ;)


P.S. uma de muitas formas de curar a ressaca é com água.. ou seja, com humidade!! :))) hehe

igor marques disse...

Sou quem sou hoje devido aos meus erros, aos caminhos que EU escolhi fossem eles bons ou maus.. São as nossas escolhas na vida que nos transformam nas pessoas que hoje somos, e por isso posso dizer que eu sou fruto do que tenho construído, seja isso bom ou mau, é isso que eu sou.

é com os erros que aprendemos (ou não), mas de facto o que nos faz nós mesmos são as nossas escolhas, a maneira como vivemos a nossa vida!
muito mais do que uma lista de erros na tua vida, é o que aprendeste com todos eles

muito mais do que as decisões que tomaste, foi o que te levou a tomá-las, e como tudo se desenrolou a partir daí...

diz-se por aí, que nós somos o que comemos (e profs dizem que nós somos a nossa saliva), mas acho que nós também somos o que fazemos!

igor marques disse...

e escrever assim sobre influência do etanol... uau! a última vez que fiz isso não tive muita sorte :|

outras histórias lol