terça-feira, 2 de outubro de 2007

Capa Negra de Saudade

O Fadinho que me faz chorar... :')




Balada da despedida 5º ano jurídico Coimbra

Sentes que um tempo acabou
Primavera de flor adormecida
Qualquer coisa que não volta, que voou
Que foi um triunfar na tua vida

E levas em ti guardado
O choro de uma balada
Recordações do passado
O bater da velha cabra

Capa negra de saudade
No momento da partida
Segredos desta cidade
Levo comigo p'ra vida

Capa negra de saudade
No momento da partida
Segredos desta cidade
Levo comigo p'ra vida

Sabes que o desenho do adeus
É fogo que nos queima devagar
E no lento cerrar dos olhos teus
Fica esperança de um dia aqui voltar

E levas em ti guardado
O choro de uma balada
Recordações do passado
O bater da velha cabra

Capa negra de saudade
No momento da partida
Segredos desta cidade
Levo comigo p'ra vida

Capa negra de saudade
No momento da partida
Segredos desta cidade
Levo comigo p'ra vida


Cada vez que ouço isto fico arrepiada desdo couro cabeludo aos pés!!E la sai sempre uma lagrimazita (isto é um eufemismo, acreditem :x).. nem quero ver como vai ser na "minha" Serenata, a minha primeira serenata, a noite em que vou vestir orgulhosamente o meu traje, o traje de COIMBRA, a noite em que me vao traçar a capa... oh deus! (ja dizia o diogo)


Coimbra... SEMPRE!

6 comentários:

Rafa disse...

Espero ansiosamente por esse dia. E espero puder fazer parte dele, isto é, traçando-te a capa!

Art by Ruivo disse...

Eheheheheeheh eu por acaso nao assisti a serenata (enchente de gente), mas tb vou estar la a traçarent a capa!! =D

Utopic disse...

Coimbra é, realmente, outra coisa! A primeira serenata é inesquecível, se bem que a minha podia ter corrido bem melhor, mas enfim, outras historias :P Obrigado pelas palavras :) tambem sou da tua opiniao... embora ache que um romancezinho faz sempre bem ao coração... uma misturinha bem feita é o ideal ;) espero que tenhas gostado do blog, ja guardei o teu cantinho tambem, vou passar ca mais vezes ;) *

igor marques disse...

conheço isto há tanto tempo...
dá um arrepio cada vez que oiço. bah, coração lamechas!!!

agora que começaste a tua vida académica, há que aproveitar. não é só o ano de caloiro que marca; marcam todos! e as dificuldades marcam mais, não pelo sofrimento, mas sim pelo que fizeste para as resolver! (ou devia ser assim)

'té já nês!

****

Maike disse...

a mim nao me deixa lagrima nenhuma, mas nao deixo de achar bonito :)

a saudade é uma coisa linda :)

a universidade marca-nos para sempre, pelo bem e pelo mal! O meu curto percuso até agora já me marcou - muito - e sei que vai continuar a fazê-lo!

boa noite =)

Mario disse...

Partilho totalmente dessa sensação, e nem sequer estudei em Coimbra... Imagino como será aí...